Qual a diferença entre um Firewall Corporativo e OpenSource

Qual a diferença entre um Firewall Corporativo e OpenSource

A proteção dos dados é indispensável para qualquer empresa no cenário atual. Mais do que nunca, a informação é o bem mais precioso para as pessoas e para os negócios, sendo, portanto, o principal alvo quando ocorrem ataques e acessos não autorizados a uma rede de computadores.

E, diante da nova Lei Geral de Proteção dos Dados (a tão falada LGPD), que traz a possibilidade de responsabilização às empresas que deixem informações de seus clientes vazarem por quaisquer meios, inclusive invasões de hackers, investir em soluções de proteção é mais importante do que nunca. Neste contexto, o emprego de um firewall é a melhor solução para controlar os acessos às máquinas e servidores a partir de qualquer rede, seja a intranet da organização ou a Internet.

No entanto, no momento da escolha da melhor solução em Firewall para a sua empresa, muitos gestores têm a dúvida: qual a melhor opção, um Firewall Corporativo ou um Firewall Open Source? Para ajudar você a responder esta questão, elaboramos este artigo especialmente sobre o tema. Continue aqui e descubra qual a diferença entre Firewall Corporativo e Open Source!

Qual a diferença do Firewall Corporativo para o Open Source?

A diferença mais básica entre o Corporativo e o Open Source é que o primeiro tem licença e código fechados, enquanto no segundo tanto a licença quanto o código são abertos. Dessa maneira, o firewall Corporativo tende a ser mais caro e não permite ao usuário realizar alterações.

Por outro lado, o Firewall Open Source apresenta um custo muito menor, podendo até ser gratuito, e permite aos usuários realizar modificações em seu código e, portanto, em suas funções.

Compreenda o escopo da segurança oferecida por cada solução

Em primeiro lugar, antes de escolher entre o Firewall Corporativo e o Open Source, você precisa analisar quais as especificações e o nível de segurança que cada aplicação oferece para o seu negócio. Para selecionar a melhor solução para a sua empresa, é preciso analisar quais os requisitos específicos da organização e como cada firewall pode atendê-los.

Por exemplo, uma empresa que tem diversas filiais e opera com múltiplos dispositivos conectados à rede necessita de uma solução mais robusta do que uma pequena empresa, com poucos funcionários e equipamentos. Neste contexto, geralmente quanto maiores forem as operações de um negócio, mais recomendado é investir em um Firewall Corporativo. Mas isso não significa que o tamanho da empresa seja o principal critério na seleção do Firewall.

Veja a seguir o porquê.

Suporte ao usuário e implementação

No Firewall Open Source, não há suporte ao usuário. Além disso, estes sistemas geralmente são menos intuitivos e mais complexos de se implementar, requerendo pessoal treinado para configurá-lo.

Por outro lado, o Firewall Corporativo oferece suporte da empresa fornecedora, auxiliando o usuário com quaisquer dificuldades. Além disso, o próprio fornecedor realiza toda a sua configuração, garantindo a melhor performance para o cliente.

Funcionalidades

Por um lado, o Firewall Open Source agrega flexibilidade às empresas, que podem fazer alterações em seu código para criar e adaptar funcionalidades. No entanto, isso demanda pessoal qualificado e tempo para realizar tais alterações.

Já no Firewall Corporativo, geralmente existem mais funcionalidades, como recursos para aumentar a privacidade, serviços de monitoramento de tráfego, identificação dos vírus e malwares, além de redes privadas virtuais (VPN), geração de chaves RSA etc. No Firewall Corporativo você também sabe exatamente por quanto tempo receberá atualizações, enquanto no modelo Open Source não há garantias.

Estas são as diferenças gerais entre o Firewall Corporativo e o Open Source, contudo, diferentes produtos podem apresentar recursos e condições distintas. Assim, é preciso avaliar cada solução para descobrir qual é a melhor para o seu negócio.

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe e marque seus amigos nos comentários!

Últimos Posts

Lei geral de proteção de dados pessoais

A coleta, o armazenamento e o processamento de dados dentro das empresas vão passar por
grandes transformações. Afinal, em agosto de 2020, entrou em vigor a Lei Geral de Proteção de
Dados, inspirada na norma europeia. Venha entender tudo sobre a nova legislação no país.
O que é a LGPD?

Leia mais »

Qual a diferença entre um Firewall Corporativo e OpenSource

A proteção dos dados é indispensável para qualquer empresa no cenário atual. Mais do que nunca, a informação é o bem mais precioso para as pessoas e para os negócios, sendo, portanto, o principal alvo quando ocorrem ataques e acessos não autorizados a uma rede de computadores.

Leia mais »

PABX Virtual

O PABX Virtual é uma solução que reduz custos e torna mais eficiente a comunicação

Leia mais »
Falar com um consultor
Olá, em que posso lhe ajudar?